Tô ligado!

Nossa Senhora de Fátima - 13 de maio.

 

À 13 de Maio

Na Cova da Iria

No Céu aparece

A Virgem Maria

 

O ano é 1917. Tempos difíceis. No México a Revolução a todo vapor, na Europa a Primeira Guerra Mundial assolava o continente com terríveis mortes e na Rússia o Czar era deposto e os bolcheviques (com seu líder, Lenin) estavam se preparando para a tomada do poder. Em maio, o Papa Bento XV convoca todos os católicos do mundo a rezarem para que a Grande Guerra se encerrasse e pedia a intercessão de Nossa Senhora.

No interior de Portugal, mas precisamente na aldeia de Fátima, Maria Santíssima aparece para três crianças de nome Lúcia (10 anos) e seus primos Francisco (9 anos) e Jacinta (7 anos). Era 13 de maio quando eles viram pela primeira vez a Virgem. Mas, 1 ano antes, eles tiveram uma visita de um Anjo que lhes ensinou duas orações.

Nessa inaugural aparição, ao meio-dia, as crianças estavam brincando na Cova da Iria quando se assustaram com clarões e querendo ir embora viram numa pequena arvorezinha que "era uma Senhora vestida de branco e mais brilhante do que o Sol, espargindo luz mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água cristalina, atravessando pelos raios de sol mais ardente. A sua face, indescritivelmente bela não era nem triste, nem alegre, mas séria, com ar de suave ternura. As mãos juntas, como de rezar, apoiadas no peito e voltadas para cima. Da mão direita pendia um rosário. As vestes pareciam feitas só de luz. A túnica era branca e branco era o manto, orlado de ouro que cobria a cabeça da Virgem e lhe descia até os pés. Não se Lhe viam os cabelos nem as orelhas." Nossa Senhora pediu para que não ficasse com medo e que não faria mal a eles. Lúcia perguntou de onde Ela vinha e Ela responde que vinha do Céu, erguendo as mãos indicando de onde veio. Novamente pergunta o que a Virgem queria com eles e Ela responde com ternura que vinhessem no mesmo local e na mesma hora nos 6 próximos meses que diria quem era e o que queria. Perguntam para a Virgem se eles iriam para o Céu e Ela responde que sim, mas que Francisco tiria que rezar muitos terços para ir. A Virgem diz: "Quereis oferecer-vos a Deus para suportar todos os sofrimentos que Ele quiser enviar-vos, em ato de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido e da súplica pela convenção dos pecadores?" As crianças respondem que sim. E ela continua: "Ide pois ter muito que sofrer, mas a graça de Deus será o vosso conforto." Nossa Senhora abre as mãos e uma luz muito intensa vai em direção e penetra nos peitos dos pastorinhos. Eles caem de joelhos e rezam uma das orações que o Anjo havia ensinado: "Ó Santíssima Trindade, eu Vos adoro, meu Deus, meu Deus eu Vos amo no Santíssimo Sacramento." Antes de partir, Nossa Senhora diz: "Rezem o Terço todos os dias para alcançarem a paz para o mundo e o fim da guerra."

Depois desse dia houveram mais aparições na Cova da Iria. Na terceira aparição foram revelados os três segredos: o primeiro era a visão do inferno, o segundo era a adoração do Imaculado Coração de Maria e a conversão da Rússia e o terceiro, que só seria revelado em 2000, que aos pés de uma grande cruz, o clero, os religiosos e o Santo Padre seriam mortos. A interpretação, segundo uns, se referia ao Papa São João Paulo II e o atentado sofrido em 13 de maio de 1981. A quarta aparição foi no dia 19 de agosto – não no dia 13 - porque eles estavam sob custódia do administrador do conselho da região (um anticlerical e maçom). E na última aparição houve um milagre em que o Sol ficou muito próximo das pessoas que estavam reunidas junto aos pastorinhos.

No local das aparições ergueu-se um lindo Santuário em honra de Nossa Senhora de Fátima, onde devotos de mundo todo prestam sua devoção a Virgem.

Francisco e Jacinta morrem de pneumonia (em 1919 e 1920, respectivamente), sendo beatificados no mesmo dia da revelação do terceiro segredo pelo Papa São João Paulo II em 2000 e canonizados também no dia 13 de maio, mas de 2017, nas celebrações do centenário das aparições de Fátima pelo Papa Francisco. Lúcia se tornou irmã carmelita descalça, faleceu no dia 13 de fevereiro de 2005 e está em processo de beatificação.