O Pastor

Padre Damião: 24 Anos de Vida Sacerdotal

Nascido em 22 de fevereiro de 1963, na cidade de Rio Tinto no Estado da Paraíba, Damião foi o 10º filho do casal José Avelino Filho e Geraldina Ana de Melo Avelino, sendo gêmeo de Cosma, minutos mais velha que ele. Eram os gêmeos Cosma e Damião! Sendo de uma família católica, foi batizado em 23 de março de 1963 na Paróquia de Santa Rita dos Impossíveis e recebeu os primeiros ensinamentos da fé no seio familiar, em especial com sua mãe, pois a paróquia ficava distante da região onde morava com seus 12 irmãos. Era em sua casa que a comunidade local, durante os 31 dias do mês de maio, rezava o terço em honra a Santíssima Mãe de Deus e daí nasceu sua devoção a Virgem Maria.

 

“A gente não tinha ligação com a Igreja institucional, mas com a Igreja povo, com a Igreja que celebrava sua vida, sua fé; uma Igreja Viva”

 

Em 1972, aos 9 anos de idade veio com sua família para o Rio de Janeiro indo residir no Parque União, na Maré, antes do crescimento da violência. Imediatamente sua mãe inscreveu ele e seus irmãos na catequese da então Capela Nossa Senhora da Paz (hoje Paróquia) que recebia assistência do Movimento Contemplativo Missionário Padre De Foucauld. Foi nesta nova comunidade que desenvolveu seus primeiros trabalhos pastorais e, graças à proximidade com os padres e irmãs missionários iniciou seu despertar vocacional.

Em 1988, residiu durante um mês junto aos padres missionários, mas percebeu que sua vocação era diocesana. Participou do Grupo Vocacional Arquidiocesano (GVA) e no ano seguinte, em 1989, ingressou no Seminário Propedêutico, que ainda funcionava nas dependências da Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé. Em 1990, ingressou no Seminário Arquidiocesano de São José. Foi ordenado diácono temporário no dia 21 de novembro de 1993 por Dom Eugênio de Araújo Sales que no mesmo dia celebrava seu Jubileu de Ouro de Ordenação Sacerdotal. Em 24 de junho de 1995, Natividade de São João Batista, foi ordenado sacerdote também pelas mãos do Cardeal Sales e celebrou sua primeira Missa na Capela Nossa Senhora da Paz no Parque União.

Desde de sua ordenação diaconal passou pelas paróquias Sagrada Família na Ilha do Governador e Nossa Senhora de Bonsucesso em Bonsucesso. Após a ordenação sacerdotal foi enviado para a Paróquia Santa Clara em Guaratiba onde ficou 1 ano e 5 meses e, posteriormente, passou pelas paróquias Nossa Senhora da Conceição e São Sebastião em Engenho de Dentro, Nossa Senhora da Conceição e Santo Antônio em Campo Grande, Nossa Senhora de Fátima em Santíssimo, Nossa Senhora da Luz no Rocha e Sagrada Família no Mendanha onde ficou por 7 anos.

Em 2013, recebeu o convite para fazer missão na Prelazia de Paranatinga, que posteriormente tornou-se Diocese de Primavera do Leste - Paranatinga no Estado do Mato Grosso, onde ficou por 4 anos e 8 meses. Trabalhou nas paróquias Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Gaúcha do Norte, Santo Antônio, na cidade de Santo Antônio do Leste, e Senhor Bom Jesus, na cidade de Campinápolis. Em todas as comunidades onde trabalhou o povo era majoritariamente rural, sendo que, em Campinápolis, metade da população era indígena. Neste período em Mato Grosso, trabalhou ainda como professor nas escolas da região ministrando aula em diversas disciplinas.

Em 22 de abril de 2019, retornando para a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, foi enviado para nossa comunidade paroquial, Nossa Senhora do Rosário de Pompeia.

 

"Eu tenho sempre um sonho de levar as pessoas a serem cada vez melhores enquanto pessoas e para isso a gente tem indicado o caminho de ser amigo de Deus, de viver uma vida Eucarística, Sacramental. E eu espero aqui também alcançar este objetivo"